Poesias

MINHA LOUCURA

Busquei a liberdade.
Ouvi minha alma.
Soltei as amarras.
Queria mais
do que a vida
de faz de conta.
Queria ser amada
na mesma proporção
em que amo.
Neguei o desamor,
pois ouvi meu interior.
O parto foi sofrido
e tirou-me da mesmice.
Queria mais
do que tinha
e tenho mais para dar.
Meus sentimentos
foram embutidos
por anos de sofrimento.
Espero
por quem aceite me amar
e respeite minha loucura.
Quero quem viaje
nas nuvens comigo
e nas horas vagas
brinque de casinha
no meu dia a dia.

Neida Rocha
12/06/2016

 

 

Todos os direitos reservados a Neida Rocha. Os textos podem ser copiados, desde que citado o nome da autora

site desenvolvido pela wwsites - sites para escritores